Meu Perfil
BRASIL, Mulher, de 20 a 25 anos, Arte e cultura, Livros, amigos, fotos, borboletas..



Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 Raquelissima
 Ovelha Pop
 Anjo de Pantufa
 Diarréia Verbal
 Ma-Cherie
 US - Universo de Sabedoria
 Dios Mio!!
 Para Francisco
 Calmo desassossego
 Blog do Espião
 Meu Viver em Poesia - Willi
 Bailarina Gorda
 Segredos de Liquidificador
 Shoe me!


 
Céu de Borboletas


REGRA NÚMERO UM: AREJAR

Há palavras bonitas como alvorada e sardinha. Arejar é uma palavra feia, mas acaba onde começa janela, pois na maioria das vezes as duas seguem juntas. As janelas devem ter sido inventadas para que as casas tivessem luz durante o dia, e acredito que só mais tarde se descobriu que também serviam para arejá-las. As cabeças não têm janelas, há quem diga que são os olhos, mas pelos olhos não sai e nem entra ar. Ainda assim, as cabeças precisam arejar. Abre-se o cérebro e põe-se o túnel das idéias virado para o vento. Espera-se um bocado e fecha-se. Se estiver funcionado, sentirá o frescor da sensação de ver tudo com outros olhos, à novos olhos, de ver tudo arejado.

Precisamos arejar de vez em quando, de (muito) vez em quando.



Escrito por Tatiana Domingos às 17h19
[] [envie esta mensagem] []



O Ano Nacional Machado de Assis

Machado de Assis


(...) Assim são as páginas da vida, 
como dizia meu filho quando fazia versos, 
e acrescentava que as páginas vão 
passando umas sobre as outras, 
esquecidas apenas lidas.

"Suje-se Gordo!"

 

 

Uma homenagem deveras merecida!



Escrito por Tatiana Domingos às 09h22
[] [envie esta mensagem] []



Aquário

Talvez seja influência do meu signo (aquário), mas eu tenho uma estranha e ao mesmo tempo boa fixação por livros. Não que eu acredite piamente em horóscopo, astral, essas coisas, até porque na maioria das vezes que leio, quando não está do jeito que eu esperava, descarto a interpretação.

Porém, por mais intrigante que pareça, todo esse conjunto de explicações sobre sua personalidade, características, gostos e etc., faz todo sentido! Como eu falei no início, eu amo ler, sempre leio e leria se tivesse mais tempo, mas toda essa conjugação seria diferente se na formação astral de meus ascendentes, inferno astral, regência da lua, do horóscopo chinês, do escambau, blábláblá, não frisassem tanto essa tamanha benevolência por ser um “rato de biblioteca”. Mas isso é bom, é uma das melhores coisas que esse “bendito” signo me oferece. Porque se eu for contar com as variações de humor.. é, ser de Aquário num é fácil não, tampouco ser do jeito estranho que ele me faz, ou que as vezes eu digo que faz, pra culpa não sobrar pra mim, é assim, que nem TPM, a culpa é sempre dele(s).   



Escrito por Tatiana Domingos às 15h59
[] [envie esta mensagem] []



Bethoven

De pêlo marronzinho e olhos cor de mel, tinha o rabo cotó mais lindo do mundo e um bocão que parecia sorrir quando me via. Ele sempre foi causa de alegria e orgulho pra mim, inclusive quando fazia buracos pelo jardim lá de casa e minha mãe ficava p* da vida.

Eu sempre fui apaixonada por cachorros e quando o vi pequenininho no sítio de uma amiga, foi amor à primeira vista, tanto, que tive a brilhante idéia de dizer pra minha mãe que o encontrei abandonado na rua, e ela acreditou! Mas claro, depois de muito, muito tempo depois eu contei a verdade.

Hoje foi um dia que se arrastou quieto, a sensação é de que tudo vai ficar demasiadamente chato sem os seus latidos, pulos, lambidas, olhinho pidão..., e, por mais que eu tente não pensar, não resta dúvida de que hoje, quando eu chegar em casa, tudo vai estar diferente do que costumava ser.

Não quero exagerar nos meus sentimentos, mas, sem dúvidas, ele vai me fazer mais falta do que qualquer pessoa imagine, sim, foram 7 anos de carinho incondicional, e isso conta, e muito, na vida de qualquer pessoa...  



Escrito por Tatiana Domingos às 17h14
[] [envie esta mensagem] []



Páscoa

Um dia de confraternização.

Que a doçura da páscoa

se prolongue por toda eternidade.

Que o coelhinho deixe

para você uma cesta de amor

e felicidade!

Que neste dia de páscoa

renasça a alegria da criança

que existe em você.

Que o milagre da vida

encante o seu coração.

 

Feliz Páscoa!!



Escrito por Tatiana Domingos às 08h07
[] [envie esta mensagem] []



Tenho paixão por blogs, acho até que já explicitei isso aqui, e não fugindo a essa regra, nesse meio tempo em que estive ausente foi porque me apaixonei por mais um... Mas não pense que sou assim tão fácil de me apaixonar, mesmo que, o http://parafrancisco.blogspot.com , deixa qualquer um com a nítida sensação de que as coisas devem ser sim mais fácies de nos apaixonar. Pois bem, to tentando dizer o indizível, uma sensação não se explicar se sente né, então quem quiser tirar-teima visitem a Cris e o Cisco para sentir também.      



Escrito por Tatiana Domingos às 16h53
[] [envie esta mensagem] []



ainn =/, sem muito tempo pra postar! e com saudades daqui...

 



Escrito por Tatiana Domingos às 10h04
[] [envie esta mensagem] []



Se pudéssemos ter consciência do quanto nossa vida é efêmera,

talvez pensássemos duas vezes antes de jogar fora

as oportunidades que temos de ser e de fazer os outros felizes.
Muitas flores são colhidas cedo demais.

Algumas, mesmo ainda em botão. 

Há sementes que nunca brotam e há aquelas flores que vivem a vida inteira

 até que, pétala por pétala, tranqüilas, vividas, se entregam ao vento.

Mas a gente não sabe adivinhar.

A gente não sabe por quanto tempo estará enfeitando esse Éden e

tampouco aquelas flores que foram plantadas ao nosso redor.

E descuidamos. Cuidamos pouco. De nós, dos outros.

Nos entristecemos por coisas pequenas e perdemos minutos

e horas preciosos. E o tempo passa... Passamos pela vida, não vivemos.

Sobrevivemos,porque não sabemos fazer outra coisa.

 Até que, inesperadamente, acordamos e olhamos pra trás. 

E então nos perguntamos: e agora?
Não olhe para trás. O que passou, passou. O que perdemos, perdemos.

Olhe para frente!
Ainda é tempo de apreciar as flores que

estão inteiras ao nosso redor. 

Ainda é tempo de voltar-se para Deus e

agradecer pela vida, que mesmo efêmera,

ainda está em nós.

 

FêliizZzZz 2008!!!!!!!



Escrito por Tatiana Domingos às 19h10
[] [envie esta mensagem] []



Maria Rita - Tá Perdoado
Arlindo Cruz/Franco

defumei o corredor,

perfumei o elevador

pra tirar de vez o mau olhado

a saudade me esquentou

consertei o ventilador

pro teu corpo não ficar suado

nessa onda de calor

eu até peguei uma cor

tô com o corpo todo bronzeado

 

seja do jeito que for

eu te juro meu amor

se quiser voltar, tá perdoado

 

e se voltar te dou café

preliminar com cafuné

pra deixar teu dia mais gostoso

pode almoçar o que quiser,

e repetir,

te dou colher

faz daquele jeito carinhoso

deixa pintar o entardecer

e o sol brincar de se esconder

tarde e chuva

eu fico mais fogosa

e vai ficando pro jantar

tu vai ver só,

pode esperar

que a noite será maravilhosa

Maria Rita Mariano me deixa assim... sem explicação...

lá lálá lálá lálá...



Escrito por Tatiana Domingos às 17h18
[] [envie esta mensagem] []



Olhou para os lados, tudo de repente se transformou numa sensação estranha, como se o nada existisse e ela fizesse parte dele por instantes. O chão sucumbiu embaixo de seus pés, as mãos tremulas e frias deixavam claro que algo não estava normal, e ali, por sobre toda sua estrutura, seu coração batia descompassado e sua mente já não mais respondia aos burburinhos que todos faziam. Por um minuto pensou que desmaiaria ali á vista de toda aquela gente.

A sensação ruim não passou, e diferente do que se pode imaginar, essa sintomática está longe de ser curada em hospital, ela continua a perseguindo, é um misto de medo e fadiga, um calafrio assombroso que aprisiona seu cérebro num corredor escuro e fechado onde tem uma pequena janela que pode ser usada pra fugir na hora que ela quiser, e ela o quer, mas sua vontade permeia a insensatez e a lógica não é tão mais absoluta, ela é sim mutável diante do que deve ou não ser.

 

Texto verídico, mesmo que não diga muita coisa, eu gosto assim, subentendido.

 

 

Ouvindo atualmente: Beautiful girls – Sean Kingston

 

& Lendo: revista Nova (sim, eu me rendo à tentação)

 

[  Espírito: Fêlizzz, muito fêlizz! Graças a Deus!!



Escrito por Tatiana Domingos às 18h20
[] [envie esta mensagem] []





Escrito por Tatiana Domingos às 15h55
[] [envie esta mensagem] []



Gosto de andar descalça em chão geladinho. Dos meus cabelos molhados, após lavá-los com xampu no banho. Do azedinho do morango misturado ao doce do leite condensado. De marcar com grafite os trechos que me tocam nos meus livros. De vestir uma saia de tecido leve e macio. Do café-com-leite na companhia dos meus pais, de manha. De cachorro-quente de rua, depois da balada, com direito a salsicha, carne, frango, maionese e batata palha. Do barulho de água caindo. Gosto de ver uma mata bem verdinha, após a chuva. Das cores de fotografias antigas. De ir sozinha ao cinema. De pão com patê no meio da tarde em dia de trabalho (tem que ser no trabalho). De comer Serenata de Amor quando está bem crocante. De parar em frente dos prédios antigos da cidade e olhar pra cima. De ver borboletas amarelinhas brincarem no ar. Do calor do corpo do outro, num abraço forte. Do sol das sete horas da manhã. Tomar sorvete com meu amor assistindo Dirty Dancing e de observar o movimento dos carros e das pessoas, no meio de uma tarde corrida e quente...

Escrito por Tatiana Domingos às 17h04
[] [envie esta mensagem] []



Quando os cimos do nosso céu se juntarem minha casa terá um teto.
(Paul Éluard)


Escrito por Tatiana Domingos às 15h22
[] [envie esta mensagem] []



(Giverny, casa de Monet)



Escrito por Tatiana Domingos às 15h21
[] [envie esta mensagem] []



(Monk's House, casa de Virginia Wolf)



Escrito por Tatiana Domingos às 15h20
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]